16 de novembro de 2011

O mover dos apostolos e o mago Simão


O mover dos apostolos e o mago Simão
Ao ver recentemente o filme atos dos apóstolos, sinceramente fiquei perplexo. Realmente quando vemos um filme (no caso fiel a palavra, versículo por versículo) a “ficha” cai para muitas coisas. Era impressionante como os apóstolos se moviam no sobrenatural. E queria destacar nesta pequena reflexão a passagem que fala sobre o mover dos apóstolos e o mago Simão.
Nos dias da igreja primitiva, os feiticeiros e magos eram numerosos e influentes. Faziam maravilhas, efetuavam sanidades e exorcismos, e praticavam a astrologia. Suas magias possivelmente eram simples truques ou os feiticeiros receberam algum poder de Satanás. Simão realizou muitas maravilhas ao grau que até alguns pensavam que era o Messías, mas seus poderes não vinham de Deus.
A palavra de Deus nos diz que ao descer na Samaria, felipe pregava a Cristo. A multidão o seguia e o ouvia atentamente. Os espíritos imundos saíam de muitos e paralíticos e coxos eram curados. Simão estava entre o povo e creu na pregação de felipe. Em certo momento, ficava atônito em ver o que Deus fazia através da vida de felipe. Logo depois Pedro e João são enviados a Samaria e começam a orar para que as pessoas recebesse o Espírito Santo. Simão ofereceu dinheiro para tentar comprar o dom do Espírito Santo.
Pedro responde a simão:
“O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro.Tu não tens parte nem sorte nesta palavra, porque o teu coração não é reto diante de Deus.Arrepende-te, pois, dessa tua iniqüidade, e ora a Deus, para que porventura te seja perdoado o pensamento do teu coração;Pois vejo que estás em fel de amargura, e em laço de iniqüidade”.
Nesta passagem Pedro claramente identifica nas regiões espirituais onde Simão estava sendo mantido em cativeiro. O mago havia aceitado ao Senhor, era um cristão batizado e participava de uma igreja local, mas nunca tinha sido posto em liberdade! Sua mente estava cativa no mundo espiritual e foi por isso que ele cometeu o erro de tentar comprar o dom do Espírito Santo.
Simão aceitou a Cristo, batizou, estava em uma igreja local, MAS ESTAVA EM LAÇO DE INIQUIDADE.
Os apóstolos tinham a capacidade de discernir a condição da alma das pessoas. Ai está algo profundo e extremamente eficaz quando trabalhamos com libertação. Palavra de conhecimento e profecia. Simão tinha aceitado a Cristo, mas precisava ser liberto!
Jesus operava dessa maneira. Ele não tinha nenhum formulário de libertação para ser preenchido pelas pessoas (apesar de eu não ser contra, pois muitos lembram preenchendo). Jesus via o mundo espiritual relevado e essa era uma das formas mais poderosas de libertação.
Estamos vivendo um tempo que a religiosidade e a incredulidade tem caído por terra. Pessoas tem sido levantadas aos quatro cantos desta terra como guerreiros do Senhor que se preocupam em fazer a vontade do Pai, com dons espirituais aguçados. Pessoas que não se entregam a sistemas humanos, mas que anelam que a vontade do Pai seja manifesta e estabelecida na terra.
Que assim como os apostolos, você se mova no sobrenatural do Pai!

Nenhum comentário: